Medidas emergenciais no hortifruti em crise

Medidas emergenciais no hortifruti em crise

Quem nunca esteve em uma situação de emergência na vida profissional ou empresarial não é mesmo? As vezes, soluções parece nunca surgir e o desânimo chega com a insatisfação. É problemas em cima de problemas. Esse post, não é um prefácio de um livro de auto-ajuda, mas digamos ser um post recheado de dicas para desvencilhar de problemas profissionais e empresariais com medidas emergenciais em um hortifruti em crise.

Como cheguei nessas dicas?

Simples. Vivenciando esses problemas no dia-dia de minha profissão ou de relatos de amigos da mesma área. Não vão achar que resolvi todos os meus problemas ou que agora é um mar-de-rosas, mas isso me ajudou muito quando passei a aplicar em cada situação de “aperto”.

Vou tentar de forma bem resumida e esclarecida trazer às páginas online desse blog, dicas para ajuda-los a enfrentar as crises no hortifruti. Se vai dar certo ou não, pelo menos fica aquela frase: Eu tentei!

 

#1 – Crise Financeira no hortifruti

Acho que a crise financeira é o maior fantasma nas empresas. Se o dinheiro tá curto então como sobreviver com o negócio?

Primeiro passo, é saber:

Onde está a causa do câncer financeiro? Onde estão os problemas centrais que estão sugando as forças vitais da empresa?

Sabendo isso, vamos contra-atacar os problemas com as medidas emergenciais no hortifruti em crise. Se essa UTI vai funcionar, só vamos saber com o tempo necessário do problema se estabelecer ou até mesmo ser resolvido.

 

Baixa liquidez no hortifruti

A liquidez em uma empresa em termos econômicos, é a rapidez com que os bens e ativos de uma maneira geral podem ser convertidos em dinheiro “vivo” sem perdas significativas.

A baixa liquidez no hortifruti está ligado exatamente com a falta de controles de perdas no hortifruti. Porque digo isso? Pelo fato de que os produtos precisam ser rapidamente convertidos em renda bruta. Quanto mais demorados para vende-los, mais baixa é a liquidez na empresa. Isso não é bom! Por exemplo:

Compramos do fornecedor R$ 12.000,00 em mercadorias para a venda da semana. Se o gestor ou proprietário não tem um controle de estoque, quebra ou venda, perde o retorno de uma liquidez alta, a mercadoria perde a qualidade e os produtos precisam ser jogados fora ou baixar por menor valor. A quebra operacional alta, deprecia o estoque e o dinheiro aplicado (R$ 12.000,00), logo diminui os lucros.

 

Medidas emergenciais no hortifruti para evitar a baixa liquidez

 

  • Adquirir mercadorias em tempos hábeis de venda; (não criando estoques desnecessários)
  • Comprar em períodos mais frequentes, preservando o frescor do produtos;

 

Perda de capital de giro

Alguns hortifrutis deixaram de existir simplesmente porque extinguiram o capital de giro. Um capital de giro abaixo do esperado, ou prazos muito curtos de pagamentos com fornecedores, dificulta a rentabilidade. O ideal, é conquistar prazos mais longos de pagamentos com fornecedores e preservar o caixa para o capital de giro. Se os lucros baixarem além do esperado, é hora de mudar projetos e operações, mas sempre preservar o capital de giro.

 

Aplicação e investimentos

Um dos maiores erros nos negócios principalmente no ramo de hortifruti,  é a falta de aplicação e investimentos. O empresário injeta o capital inicial, começa a colher os lucros do negócio, aí pára de investir no hortifruti. Pára de investir por n motivos – aumento de custos ou retenção dos lucros da empresa, por exemplo: O proprietário retida todo lucro do negócio como salário. O ideal é estipular valores mensais de investimentos , nem que a forma de investimento seja aplicado.

 

#2 – Venda abaixo do esperado

Uma venda abaixo do esperado no hortifruti pode ter inúmeros motivos. Em cada post desse blog tem um pedacinho de dicas que vão diminuir os problemas com venda.

 

Pouca movimentação de clientes da loja

Identifique os motivos do baixo fluxo de pessoas no hortifruti e então vamos tomar algumas medidas emergenciais no hortifruti em crise: 

  • Ponto comercial sem fluxos de pessoas: Talvez seja a hora de rever se o ponto escolhido é o melhor local para se montar um hortifruti. Confira alguns fatores que possam implicar numa possível mudança de local como: Feiras livres muito próximo do seu local, outros concorrentes, local instalado com pouco movimento, ou muito longe de avenidas principais, com poucas residências etc.
  • Perda de qualidade ou mix de produtos: Quando alguns hortifrutis perdem o fluxo de clientes na loja, os produtos começam a sobrar nas bancas e a qualidade começa a cair, isso é muito prejudicial, pois se os produtos estão murchos e com aspectos feios, os clientes também deixam de comprar e vão para o concorrente. Aí com medo de aumentar as quebras, o gestor ou proprietário, deixa de comprar algumas variedades de produtos. 

Algumas medidas emergenciais no hortifruti para a perda da qualidade é:

A) Comprar menores quantidades com mais frequência;

B) Mudança do layout, diminuir exposições e utilizar fundos falsos;

C) Climatização no armazenamento da mercadoria;

D) Manipulação adequada conforme padrão operacional. Veja no post: O que deve saber um repositor de hortifruti.

  • Ausência de promoções e estratégias de marketing: Alguns hortifrutis perdem sua competitividade e sua clientela por deixarem de lado as ações como promoções e estratégias de 

marketing para a loja. Em um post comentei mais sobre essas ações, veja: Como vender mais no hortifruti. Um investimento em marketing talvez não apareça em um primeiro momento, mas logo surgirá os frutos investidos. Use ferramentas como: Rede sociais, sites de divulgação, panfletos direcionados, tabloides de ofertas etc.

 

medidas emergenciais no hortifruti em crise

Hortifruti americano. Um blog faz as promoções da loja. Fonte: http://thecouponproject.com

 

Troca de fornecedores

As vezes um problema de venda abaixo do esperado no hortifruti, começa lá no fornecedor ou distribuidor. Ele tem ficado com uma parcela maior de lucros e repassa mercadorias muito acima do mercado, obrigando assim o gestor ou proprietário a vender mais caro ou ter uma margem de lucro baixa. Sem falar que as vezes as mercadorias também podem estar abaixo dos padrões de qualidade e calibre.

Uma das medidas emergenciais no hortifruti em crise relacionados aos maus fornecedores são: 

  • Procurar novos fornecedores com melhores preços;
  • Ter a opção de introduzir na carteira de compras mais fornecedores, assim melhorar as condições de preço;
  • Evitar muito atravessadores no processo de compra;
  • Negociar com fornecedores produtos em promoções semanais;

Espeto ter ajudado grande abraço.

Comentar com o Facebook

5 Comentários para Medidas emergenciais no hortifruti em crise

  • juan  Diz:

    parabéns pelo seu trabalho. conteudo excelente.

  • Gabriel leite  Diz:

    … Hortifruti é um ramo onde você tem de acompanhar diariamente de perto sua loja. As vezes vc pode achar q está tudo certo porém uma combinação de pequenos detalhes desapercebidos pelo gestor reflete no financeiro da empresa muito rapidamente e vc fica se perguntando ; onde está o erro?
    O erro pode estar em pequenos detalhes!
    Só uma dica pessoal!

  • Ana  Diz:

    Bom dia estava lendo seu post e achei muito bom…. No Momento estou passando por uma crise quase fechando as portas. Devo meu fornecedor e não tenho nem 100$ de capital na minha empresa não sei o que fazer mais esta muito difil minha administração não e correta gostaria de saber se você presta algum tipo se curso.. ou algo parecido queria muito a sua ajuda nem que fosse em conselhos rsrrrs…. porque não quero fechar. quero muito evoluir e fazer minha empresa crescer! Desde já agradecida por sua atenção e parabéns pelo blog nos ajuda muito.

    • Rogerio Prado  Diz:

      Olá Ana tudo bem?
      Quando procuro responder as perguntas aqui do blog, verifico cuidadosamente as questões das pessoas e notei que você já fez outros comentários a respeito do seu negócio. Apesar de eu ter certa experiência no ramo, fica difícil sem muitas informações e sem conhecer o seu negócio, poder dar um diagnóstico para te ajudar, ou pelo menos levantar diversas questões da sua gestão que estão fazendo com que seu negócio não esteja indo bem. Eu te escrevi um e-mail, mais extenso sobre o assunto para te ajudar no máximo com o seu negócio. Consulte lá seu email.
      Abraços.

Comentário