Quais as formas de pagamento oferecer no hortifruti

Quais as formas de pagamento oferecer no hortifruti

 

Mesmo com a propagação da tecnologia espalhada hoje pelo Brasil, ainda existem proprietários de negócio de hortifruti, quitanda e sacolões que ainda oferecem o mínimo de opções de pagamento aos seus clientes. 

Acredite, alguns proprietários de hortifruti ainda rejeitam os métodos eletrônicos de pagamento que existem hoje disponíveis na praça. Por diversos motivos que vai desde, não conhecer os benefícios, como também rejeitam os alugueis e taxas dispostas em contrato.

Essa situação não só desfavorece o próprio negócio, como também tira as opções e o direito que o consumidor tem de escolher para pagar suas compras. Nem todos hoje andam com dinheiro na carteira.

 

As últimas modalidades de pagamento no mercado

 

Vender no fiado ainda é uma coisa que acontece nas mais diversas cidades espalhadas pelo Brasil. E vender fiado é um circulo vicioso difícil de corta-lo quando o estabelecimento pratica.

Claro que existe grandes particularidades entre o proprietário e seus clientes, vários acordos mútuos, mas no geral, oferecer várias formas de pagamento em seu negócio hoje é fundamental para atender diversos públicos e clientes que usufruem das facilidades do crédito no mercado.

Devido a grande concorrência no varejo, quem oferecer maiores benefícios à seus clientes, tem mais chances de manter suas vendas ativas, assim como os programas de fidelidade por exemplo. Leia mais no post Programa de fidelidade no varejo.

Os meios de pagamento também fazem parte desse pacote de opções. Conheça alguns deles:

  • Pagamento em dinheiro;
  • Oferecer pagamentos com cartões de crédito e débito;
  • Voucher;
  • Vale alimentação ou vale refeição;
  • Tickets ou cheques;
  • Bônus de trocas;

Quando o estabelecimento tem diversas opções de pagamento, o cliente sente liberdade e fica a vontade em fazer suas compras. Quando os clientes estão com dinheiro em mãos, a preocupação em não ultrapassar aquela quantia é monitorada, diferentes com outras opções como os cartões de crédito e débito, onde o cliente só se preocupada apenas com o limite do seu cartão.

Oferecer meios de pagamento ativa suas vendas.

 

O inconveniente para alguns negócios de hortifruti, principalmente para os que estão iniciando ou aqueles que não tem um faturamento tão alto,  são os alugueis e taxas mensais que algumas operadoras financeiras cobram por manter a máquina no estabelecimento. Isso muita das vezes, acaba intimidando os comerciantes a fornecer opções de pagamento com cartões.

Para atender o perfil de pequenos comércios de sacolões, hortifrutis e quitandas, as operadoras financeiras como:  

O Mercado Pago, a Payleven e Pagseguro, disponibilizam a venda dessas maquinas de cartões de todos os tamanhos até com leitores de pagamento pelo celular através de aplicativo, facilitando muito a vida desses pequenos comércios de hortifruti. A máquina não paga aluguel, ela é do proprietário.

Vou pegar o exemplo da financeira Pagseguro da UOL

Trabalho a muitos anos com essa empresa, então é um tanto seguro indica-la aos que estão começando um negócio de hortifruti ou para os pequenos proprietários de sacolões e quitandas que ainda não vendem com cartão de crédito e débito.

O proprietário pode rapidamente criar uma conta através do site da financeira neste link:

 https://goo.gl/js7ZAA

 

O Pagseguro irá pedir informações pessoais físicas ou de caráter da empresa. Talvez seja necessário o envio da cópia de documentos ou comprovante de residência.

Em seguida, você pode escolher a máquina de cartões que mais vai se adequar as necessidades do seu hortifruti:

Clique no banner abaixo, e conheça todos os modelos que exitem para venda no mercado, sem contar que você já pode comprar, e depois fazer o cadastro no site do Pagseguro.


Para um hortifruti com baixo faturamento, o ideal é pelo menos possuir a máquina da Minizinha do Pagseguro, além de ter uma das menores taxas e condições do mercado, é muito prático receber.

Você só vai precisar de um celular smartphone, com android acima do 2.3, ter internet móvel ou wi-fi e baixar o aplicativo do Pagseguro.

A Pagseguro também disponibiliza um cartão pré-pago com as bandeiras Master e Visa, onde o proprietário não precisa ter nem conta bancária para receber os pagamentos realizados com cartões de crédito e débito em seu estabelecimento. Todo o dinheiro é transferido no saldo do cartão pré-pago do proprietário, assim poderá gasta-lo em qualquer outro local.

Depois dessas facilidades, não tem mais desculpa para não aceitar cartões de crédito e débito no hortifruti, não é mesmo?

Com o leitor de cartão Minizinha, até os vendedores PAP (porta em Porta) e vendedores itinerante de hortifruti de rua pode fornecer a venda com cartão de crédito e débito, aumentando assim seus ganhos e ganhando também clientes.

Espero ter ajudado

Grande abraço.

 

 

Comentar com o Facebook

Comentário