Produtos mais vendidos no inverno

Produtos mais vendidos no inverno

 

Faltam alguns dias para a estação mais fria do ano e saber quais são os produtos mais vendidos no inverno é importante para o bom andamento e desempenho das vendas no período.

É importante o gestor de FLV conhecer alguns detalhes simples, mas que fazem a diferença na hora do faturamento. Um deles, é empregar de forma correta os produtos mais vendidos nesta época do ano.

Vamos lá…

 

Hábitos culturais e alimentares no inverno

 

Claro que minha opinião, quem dita a regra do jogo no varejo não é o varejista e sim os consumidores. Está mais que provado e não adianta “empurrar” produtos e promoções disfarçadas, o cliente já está mais conscientizado sobre isso.

É importante ir mais além quando o assunto é conhecer o cliente. Tem que saber o que o seu cliente gosta de comprar, quando compra e com que frequência. Dê uma olhadinha neste artigo: Programa de fidelidade no varejo.

Partindo desse ponto, sabemos que os meses adiante aumentam o consumo de pratos quentes e de produtos típicos culturais na maioria das regiões do Brasil.

Os consumidores de certa forma, mudam seus hábitos alimentares e o consumo de frutas e verduras caem em alguns períodos do inverno. Por outro lado, o consumo de legumes aumenta expressivamente.

As sopas e caldos são cardápios apropriados dessa época e exigem uma seleta de produtos mais saudáveis e sortidos, incluindo a classe de legumes tubérculos.

Outra classe de produtos que também aparece em evidência no inverno são os produtos típicos de festa junina, bem procurados em todas as regiões do Brasil.

Dê uma olhadinha no artigo do link para complementar essa leitura: O que vender em festa junina

Depois de conhecer os hábitos regionais de seus clientes e explorar os hábitos culturais de consumo, vamos colocar em prática o assunto.

 

Quais os produtos mais vendidos na época do frio

 

Parece uma redundância bem lógica falar dos produtos que mais vendem no inverno, pois depois que você chegar ao fim desse artigo, você vai notar que se trata de algo tão simples e natural! Mas acredita que muitos varejistas esquecem ou não sabem da importância dos produtos nessa época? ou nem sequer praticam estratégias de impulso? 

Claro que, você que ler esse artigo tendo um hortifruti, quitanda ou sacolão não vai deixar de praticar essas dicas para inverno.

Ultimamente a variação climática no Brasil tem dado um “baile” até nos meteorologistas em questão de instabilidades, mas levando em consideração que os meses de junho e julho são os mais frios do ano, podemos então deixar dentro desses meses os produtos mais procurados para os pratos quentes. Substituintes, seguem os outros que com suas sazonalidade.

 

Pratos quentes aumentam consumo no inverno.

  • Produtos tubérculos==> Inhame, mandioquinha salsa, cenoura, batata doce, mandioca, cará e abóbora japonesa;
  • Produtos de acompanhamento ou refogados ==>Chuchu, abobrinhas, acelga, chicória ou escarola, couve manteiga, repolho, brócolis e vagem.
  • Produtos sazonais==> Pinhão, milho verde, mexerica ponkan e morango.

Seguindo esse raciocínio, podemos também traçar metas e estratégias para alavancar as vendas desses produtos no setor, com diversas ações como:

  • Mudanças de layout;
  • Teatralização da loja;
  • Promoção de produtos;
  • Degustações de pratos ou doces.

Está vendo?! Eu não disse que seriam dicas simples?!

Aproveite e aplique no seu trabalho ou na sua loja.

Espero te ajudado e boas vendas

Grande abraço.

Comentar com o Facebook

Comentário