Hortaliça em alta no primeiro semestre de 2016

Hortaliças em alta no primeiro semestre de 2016

 

Começando mais um mês de fevereiro e como sempre as mudanças climáticas e as muitas chuvas nas áreas produtoras influenciam nos preços e na má qualidade dos produtos de hortifruti deixa as hortaliças em alta no primeiro semestre de 2016. Com isso, os preços estão cada vez mais pressionados, pouca oferta, e o cenário tende a se manter assim até o meio do ano.  

  O importante para os profissionais e comerciantes de plantão, é ficar “antenados” e preocupados com as qualidades dos produtos de FLV,  montando estratégias de vendas e diminuir impactos e prejuízos.

Conheça agora as hortaliças que estão em alta no primeiro semestre de 2016:

 

Tomate

 O tomate no geral alcançou preços altíssimos nos últimos meses com a alta do dólar e a escolha de agricultores em plantar em seu lugar cebolas por ser mais vantajoso. O preço tende a cair conforme a demanda diminui, uma vez que o consumidor também o consome com menor frequência.

A qualidade é prejudicada pela formação, tamanho, e coloração, de cor opaca e ranhuras na parte superior.

 

Batata

A batata tem registrado alta nos preços na maioria dos estados do Brasil, com o atraso da entrada da safra no sul do país e em Minas Gerais, elevaram-se os custos com insumos e transportes para atender a demanda dos estados.

Com a muita umidade, a batata apodrece com maior rapidez e também fica com aparência esfolada.

 

Cebola

Com a alta nas importações em 2015 de 80% em relação a 2014, o preço disparou no mercado nacional. O sul que é o grande produtor da leguminosa, sofreu com o excesso das chuvas.

Quando colhida antes do tempo para atender a demanda, a cebola fica molhada sem a formação da casca.

 

Cenoura

Talvez o que mais surpreendeu foi a cenoura neste início de semestre de 2016,  chegando a preços de R$ 5,99 kg ao consumidor.

Autoridades do Paraguai analisam a possibilidade de exportar cenoura para abastecer o mercado brasileiro, principalmente a região sudeste. Isso poderá ajudar no preço do produto, porém essa medida ainda está sendo estudada para o fim de ano. 

A má qualidade da cenoura é prejudicada com a umidade e excesso do calor, uma vez que o produto fica com características pastosa e se deteriora com mais facilidade.

 

Maça

O clima também fez com que os custos de produção aumentassem e alguns produtores tiveram que realizar a polinização forçada e, além disso, houve aumento da incidência de doenças. O clima no inverno passado, pouco frio, geada e chuva na floração prejudicou a produção. Os preços da maça teve alta de até 32% nos principais CEASAs do Brasil.

Sua qualidade é prejudicada pela formação do fruto, calibre muito pequeno e colocação opaca.

 

Banana

As fortes chuvas em uma das regiões de maior produção no estado de SP o Vale do Ribeira ocasionou o isolamento de área e prejudicou um pouco o preço do produto. Má qualidade e rachaduras.

hortaliças em alta no primeiro semestre de 2016

hortaliças em alta no primeiro semestre de 2016

 

Estratégia para fugir da alta dos preços

Para evitar prejuízos causados pela alta dos preços e a má qualidade dos produtos de FLV em seu estabelecimento, não deixe em evidência os produtos mais caros.

Lembre-se que no hortifruti a baixa venda vai acarretar em maiores quebras e perdas de mercadorias, então em alguns casos, o ideal é estudar a melhor maneira de comercializar o produto.

Segue abaixo algumas opções para escapar da quebra nestes casos:

  • Prefira comprar volumes menores avaliando suas vendas diariamente;
  • Diminua exposições na área de venda com um abastecimento mais contínuo;
  • Evite armazenamento e estoques;
  • Substitua produtos; 
  • Cuidado com os de calibre muito miúdos;
  • Intercale fornecedores ou produtores;
  • Evite colocar os produtos afetados em ofertas ou tablóides;

Ficar ligado nas notícias e informações na área ajuda e muito no seu negócio e trará resultados satisfatórios.  Espero ter ajudado. 

 

Comentar com o Facebook

2 Comentários para Hortaliça em alta no primeiro semestre de 2016

  • jose antonio alves cota  Diz:

    adorei as dicas,pois trabalho no ramo de hortifruti e pretendo melhorar ainda mais minha loja.espero por mais dicas atraves do meu email,obrigado

    • Rogerio Prado  Diz:

      Olá José Antônio tudo bem?
      Que bom que as dicas tem ajudado em sua loja. Caso precise de mais informações técnicas acesse a página: Tire Dúvidas.
      Abraços.

Comentário