Como investir em um hortifruti para quem não é do ramo

Como investir em um hortifruti para quem não é do ramo

 

Se você é daqueles que sente insegurança em abrir seu  próprio negócio, tem medo de comprar cursos e materiais de apoio e ainda fica se perguntando se vai dar certo ou não, você pode parar de ler esse post e procurar investir seu dinheiro ou sua vida profissional em investimentos mais seguros, como ficar no seu emprego ou deixar seu dinheiro na poupança. Se é que hoje podemos falar de segurança ou estabilidade econômica.

Mas se você amigo, tem determinação, coragem, garra e está decidido a dar uma guinada na sua vida, sentindo o sangue de empreendedor correndo na veia, posso ajuda-lo em alguma coisa neste artigo se você ler até o final.

O grande problema das pessoas hoje é que não querem investir no seu profissional ou na sua empresa. Elas esperam que uma luz vai surgir do nada e que tudo vai se revolver num piscar de olhos, como se achasse a fórmula mágica em um artigo. Um post na internet ultra secreto que irá resolver tudo o que ela deseja. Um download mágico do passo a passo para abrir seu próprio negócio . Sinto decepciona-las, mas isso é conto de fadas.

Se você quer crescer profissionalmente ou fazer com que sua empresa seja percebida pelos seus clientes, primeiro mude seus conceitos e deixe de ficar pessimista para investir no seu profissional ou investir em um hortifruti.

Em determinados momentos de um negócio, até para sair do vermelho é preciso gastar mais dinheiro para reverter o quadro da crise e dar a volta por cima quando há possibilidades.

 

Investir no próprio negócio de hortifruti para quem não é do ramo.

 

Diariamente, diversas pessoas me escrevem através de e-mail dizendo que estão planejando abrir um hortifruti, dizendo ser o sonho da vida delas em ser donas do próprio negócio. Mas a distância entre o querer e o realizar é muito grande. Há um grande obstáculo no meio disso, e para que isso se concretize, é preciso derrubar esse obstáculo chamado de EU.

É importante o futuro empreendedor começar a entender e mudar seus conceitos para que ele venha a praticar uma mente empreendedora, não a de um empregado. É preciso parar de ter dó e medo de investir no conhecimento e tudo que agregue valor a este mundo inicial do empreendimento. Nem tudo vai vir de graça pela internet! Comece acostumar-se com a ideia de gastar tempo e dinheiro em seus sonhos, senão ele só ficará no papel.

Todo aquele que pretende entrar em um novo negócio, antes de mais nada, é preciso se inteirar um pouco sobre ele, realizar estudos, ler bastante sobre o assunto, captar o máximo de informações sobre o que está pretendendo abrir, principalmente quem não é do ramo. Parte disso, você pode encontrar de graça e outra parte você vai ter que investir, ou seja gastar seu dinheiro, faz parte de como alcançar seus objetivos.

 

 

Como investir sem experiência no hortifruti

 

Capital Inicial

 

Gente, não tem como iniciar um negócio sem dinheiro nenhum. No ramo de hortifruti não é diferente, por mais que seja a mais simples quitanda. Haverá a necessidade de ter um dinheiro para o investimento.

E qual é o valor inicial para abrir um hortifruti?

Você é quem vai determinar essa resposta. Antes de mais nada, como já comentei em outros artigos, é importante fazer o plano de negócio do seu hortifruti. Nele, você pode conseguir levantar os valores necessários para colocar seu negócio para funcionar. Indo de gastos com:

Alugueis, até equipamentos como as balanças…

Veja mais no posts: Investimento inicial para montar um hortifruti, Lá trata de forma bem detalhado os assuntos de investimentos.

É importante o futuro empreendedor do ramo de hortifruti, saber quais são esses gastos iniciais, só assim, ele saberá o tamanho do seu capital inicial. Em um outro post, relato determinados tipos de materiais mais usados em hortifruti: Equipamentos para montar um hortifruti . Dê uma olhada para complementar esse raciocínio.

Se você tem muita dúvida sobre esses assuntos, e tudo isso é difícil de assimilar para coloca-los em prática, não tenha vergonha, é natural e digno pedir ajuda. Você pode acessar o nosso Tire dúvidas e entrar em contato comigo. É uma ferramenta muito útil pra você começar o seu investimento.

 

Quem são meus fornecedores de hortifruti?

 

Depois de saber o local do negócio e qual o valor do investimento, é hora de acertar as pontas da logística e como será a cadeia de fornecedores.

No ramo de hortifruti é extremamente delicado a questão da logística que vai ser aplicada para o negócio. É necessário definir o meio de fornecimento principal no início do empreendimento, a fim de não haver rupturas de produtos na loja. Com o decorrer do tempo, essa logística pode ser analisada ou até mesmo modificada. 

Muitos empreendedores no início do negócio de hortifruti, geralmente optam por escolher distribuidores que entregam diretos em seus estabelecimentos, principalmente para os que não tem experiência no ramo. Com o tempo, esses empreendedores começam a mudar o formato de logística e começam a buscar novos fornecedores ou até mesmo comprando diretamente dos CEASAS.

 

Acompanhamento de profissionais do ramo

 

Lembra que eu disse no início do artigo em relação a investir em conhecimentos? 

Pois é.

É muito importante o empreendedor inexperiente com negócio próprio voltado para hortifruti ter acompanhamento de profissionais que um dia trabalharam ou trabalham com o ramo de hortifruti, alguém que venha ajuda-los a diminuir os impactos e desgastes da implantação do negócio, otimizando o caminho que o empreendedor precisa percorrer.

Há processos operacionais importantes que o empreendedor inexperiente não tem noção de como funciona a operação. Saiba um pouco sobre alguns deles:

O que deve saber um operador de hortifruti  |  Como acertar em compras de hortifruti

7 pecados capitais que mais acontecem no hortifruti | Exposição agressiva X exposição controlada

 

Hoje em dia há profissionais e empresas de consultorias espalhadas pelo país a fora que auxiliam na estruturação e iniciação do negócio de hortifruti. Algumas são bem genéricas, outras já são mais especializadas.

Caso o negócio não seja tão grande a ponto de ser acompanhado por uma empresa de consultoria, o empreendedor pode contratar um profissional consultor para auxiliar no acompanhamento inicial do empreendimento, com valores de serviços acertados por ambos.

Os novos empreendedores podem sugar as informações totalmente gratuitas deste site, que ao meu ver, já é de grande valia para o desenvolvimento empresarial e profissional no ramo de hortifruti.

Outro ponto é o nosso serviço de consultoria de hortifruti que deixo a disposição dos interessados. Consultorias presenciais e vídeo-conferência para lugares distantes. 

Espero te ajudado

Grande abraço.

Comentar com o Facebook

Comentário